Nosso primeiro dia em Paraty não estava chuvoso mas também não tinha aquele sol forte. Nós acordamos cedo, preparamos as nossas coisas e fomos para a rodoviária pegar um ônibus para a Praia do Sono, a mais querida pelos mochileiros de plantão.

Em 2013 não consegui ir até lá e dessa vez era um dos destinos que não podia faltar na viagem. A Praia do Sono é uma praia selvagem e, por isso, desperta o interesse de dez entre dez mochileiros que chegam na região, e eu era uma dessas pessoas.

Tem gente que fica hospedado por lá em campings ou em algumas das casas de aluguel de temporada. No meu caso era só uma visita de um dia mesmo.

Para chegar a Praia do Sono é só ir até a rodoviária e pegar um ônibus da viação Colitur até a Vila dos Oratórios. A passagem custa R$ 5,00 e em cada plataforma já fica indicado o destino dos ônibus em placas afixadas. Portanto, é bem fácil achar o ônibus certo.

Na alta temporada é bom chegar cedo para entrar na fila para entrar no ônibus. O percurso demora muito e ir em pé não é brincadeira.

Chegamos na rodoviária a tempo de pegar o ônibus de 09:50 horas. Aproveite para tirar uma foto dos horários dos ônibus, eu fiz isso e foi uma mão na roda. Me ajudou a me organizar para voltar da praia. Os horários ficam pregados em um quadro na rodoviária, logo ali na entrada.

Se você vai para outros lugares como Trindade, aproveite para tirar fotos de uma vez. Assim você já saberá os horários que os ônibus saem da rodoviária e saber a hora que precisa acordar.

Já dentro do ônibus falta saber onde descer para chegar à Praia do Sono. Ne verdade existem dois pontos de descida para quem vai para lá. Não se preocupe, o cobrador informa direitinho.

A primeira descida é para quem vai para a praia de barco. Ou seja, você detesta fazer trilhas, ou vai acampar ou ficar em uma casa lá e está cheio de tralha, ou você tem dificuldades de locomoção, é ai que você vai descer.

Pois é, não precisa ser tão difícil assim chegar na Praia do Sono. Existe a alternativa do barco que funciona até as 18:00 horas. Cada um leva duas pessoas e o preço é de R$ 40,00 por pessoa. Tem gente que opta por ir pela trilha e voltar de barco. O pessoal que estava no meu quarto no hostel havia ido à Praia do Sono no dia anterior e utilizaram o barco para ir mas preferiram voltar pela trilha.

Para quem vai pela trilha é preciso descer no ponto final. Chegamos no ponto final às 11:00 horas. A trilha fica logo a frente, tem até uma placa informando a distância até a Praia do Sono e as posteriores. Para quem vai ficar na Praia do Sono tem que percorrer 3,1 kms.

trilha praia do sono em paraty rio de janeiro
Ponto final do ônibus. Do ponto já dá para ver a trilha.
trilha praia do sono de paraty rio de janeiro
A trilha para a Praia do Sono. Dá para ver que tem muitas placas informativas.

E se você quiser ainda pode visitar mais três praias, a dos Antigos, dos Antiguinhos e da Ponta Negra. Sendo que a praia dos Antigos está a 2 kms a frente do Sono, a dos Antiguinhos está a 2,7 kms e a da Ponta Negra está a 5,7 kms. É uma bela caminhada.

Para quem se hospeda no Sono visitar essas praias é uma boa. Pode ir percorrendo a trilha ou contratar um barco para levar até elas. Tem gente também que se hospeda na Ponta Negra. Há uma comunidade lá e dizem que a praia é muito bonita.

A trilha na praia do sono paraty

Eu e a minha irmã fizemos a trilha em 1 hora. Apesar do tempo os 3,1 kms até o Sono são bem fáceis de percorrer. O percurso tem alguns sobes e desces, é feito todo dentro da mata mas é tranquilo. Além de haver sombra o tempo todo. Eu que estou acostumada a fazer trilhas achei o nível dela fácil. A minha irmã já achou difícil, mas fez tudo.

De qualquer jeito usar um tênis ou botas apropriadas para trilha é importante para realizar o percurso. Apesar de ver gente indo de chinelos e até descalço a minha botina foi essencial. Principalmente porque na volta estava chovendo e como a trilha é toda no meio da mata virou uma lama só e estava muito escorregadia.

trilha da praia do sono em paraty rio de janeiro
A trilha! Sempre em meio à mata.

Chegamos na Praia do Sono e nos deparamos com muitos campings, bares e restaurantes, enfim, uma boa estrutura para passar o dia e até mais de um dia. A praia em si estava cheia de ondas, com um mar bem revolto.

Um barqueiro que estava por ali me disse que quatro dias antes a praia estava uma lagoa mas que veio uma corrente sul a agora o mar estava muito revolto. Nesse momento entendi porque o rapaz do hostel disse que achou que ia morrer ao ir de barco para a Praia do Sono e por isso preferiu voltar pela trilha. O barqueiro ainda disse que nas outras praias a situação estava pior. Com isso desisti de qualquer caminhada até os Antigos.

camping na praia do sono em paraty rio de janeiro
Camping por toda a areia da praia do Sono.

Apesar do mar gostei muito da praia. Tem muita árvore, dá para conseguir uma boa sombra e relaxar na areia. Andando a praia toda é possível chegar até o mirante, de onde se tem uma visão de toda a Praia do Sono. É uma subida e tanto, mas achei muito tranquila. Se continuar a trilha do mirante vai chegar na praia dos Antigos. Dali é bem rápido porque você já percorreu mais de um quilômetro e do Sono até Antigos são 2 kms.

Para acessar o mirante também é preciso atravessar um riozinho que encontra o mar naquele trecho. Não tem perigo, é bem raso, com água na canela só. Por isso é necessário tirar o calçado para não molhar. Muita gente aproveita e fica nessa região curtindo a água doce. Ainda mais em dias de mar revolto.

Quando começamos a subir a trilha do mirante havia começado a chover. Chegamos, vimos a vista e descemos. A chuva não deu trégua e portanto resolvemos fazer a trilha para pegar o ônibus de volta.

Como já disse, a trilha fica bem escorregadia quando chove. Eu mesma quase cai porque escorreguei em uma parte. É preciso ter bastante atenção para não se machucar.

O ponto do ônibus fica logo na frente do término da trilha. É só esperar o ônibus chegar.

mar revolto na praia do sono em paraty rio de janeiro
A praia com o mar bem revolto.
mirante da praia do sono
Do outro lado da praia a trilha para o mirante. Não desanime, a subida vale a pena. Veja do lado direito da foto o quanto de sombra que tem nesta praia. Muitas árvores.
subida do mirante da praia do sono
A subida!
vista do mirante da praia do sono
E a vista de lá de cima!

Os outros passeios em Paraty e outras dicas sobre a cidade podem ser conferidos nos nossos outros posts:

E aí? Gostou das nossas dicas sobre mais essa viagem legal para fazer?
Deixe seu comentário ou dúvida aqui embaixo, que ficaremos felizes em ver seu comentário.


0 comentário

Deixe um comentário, ficaremos felizes em responder