Paraty tem muita natureza, com praias e cachoeiras exuberantes, mas o seu Centro Histórico também é um mundo de possibilidades a perder de vista. Confira!

Uma coisa que Paraty tem que fez com que eu me apaixonasse por ela é a combinação de história e natureza. Belas praias e cachoeiras com muitos casarões e ruas históricas.

O Centro Histórico de Paraty é um prato cheio, e o melhor, não é preciso subir e descer morro, como ocorre com a maioria das cidades históricas de Minas Gerais.

A cidade possui 33 quarteirões históricos, que compõem o seu Centro Histórico. Todos com influência maçônica. Aliás, esta parte de Paraty é cheia de influências maçônicas.

E para saber como a cidade se formou e todas as suas melhores histórias há um Free Walking Tour que ocorre todos os dias, com exceção de quarta-feira. Os horários de saída são 10:30 e 17:00 horas.

O ponto de encontro é a Praça da Matriz, aquela que fica em frente a Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, bem no meio do Centro Histórico.

Passeio no Centro Histórico de Paraty

No dia em que eu faria meu passeio de barco sai do hostel em torno de 09:00 horas para caminhar pelas ruas do centro durante o dia, algo que ainda não tinha conseguido fazer.

Caminhei por todas as ruas do Centro Histórico enquanto a cidade começava a abrir suas lojas e comércios. Como eu estava sozinha confesso que fiz os 33 quarteirões bem rápido.

passeio no centro histórico de paraty rio de janeiro
Um passeio pelo Centro Histórico de Paraty. Enfim cheguei no cais. Passei por ele mais de uma vez e consegui ver a água da maré entrando pelas ruas.
ruas do centro histórico de paraty rj
Ruas cheias de história. E elas são assim mesmo, com curva. As ruas do Centro Histórico nunca terminam em uma reta.

Às 10:30 horas em ponto eu estava na Praça da Matriz e vi os responsáveis pelo tour. Eram dois homens. Eles me informaram que o tour durava 1,5 horas e que com o tempo que eu tinha era melhor eu participar no outro dia. Embora o outro dia fosse uma quarta-feira, como era alta temporada eles iriam realizar o tour também na quarta.

Você consegue distinguir facilmente os guias porque eles usam camisas vermelhas que tem a inscrição Free Walking Tour. Uma coisa legal é que o passeio é descrito em português e inglês.

Infelizmente não consegui fazer o tour em nenhum horário.

No centro de informações para turistas que fica bem na entrada do Centro Histórico, ainda na avenida Roberto da Silveira fui informada que existe um tour que sai às 10:00 horas, porém neste é necessário pagar R$ 25,00.

Lá me informaram também que no final do Free Walking Tour os guias pedem uma contribuição. Essa é uma informação que vou ficar devendo.

free walking tour em paraty rio de janeiro
O ponto de encontro do Free Walking Tour. Ali no fundo os dois guias de camisa vermelha esperando mais turistas chegarem para iniciar o passeio.

No dia em que iríamos para Ilha Grande pegaríamos o ônibus de 11:30 horas para Angra dos Reis, com isso teríamos a manhã toda para fazer alguma coisa. Não daria para fazer o Free Walking Tour então decidi ir até o Forte Defensor Perpétuo.

O Forte Defensor Perpétuo, em Paraty

O Forte Defensor Perpétuo era uma construção que eu queria muito conhecer. Ele foi construído no ano de 1793 e reconstruído em 1822, o ano da independência do Brasil, daí recebeu o nome de Defensor Perpétuo em homenagem a D. Pedro I, o defensor perpétuo do Brasil.

Para chegar até o Forte é preciso fazer uma caminhada até a entrada dele. Há uma placa que indica a chegada até este ponto turístico. Tem gente que prefere pegar um táxi até ali ou vai de carro mesmo. Não é difícil estacionar.

Eu fiz o percurso a pé mesmo e cheguei em cerca de 15 a 20 minutos de onde eu estava hospedada, que era fora do Centro Histórico.

A partir da entrada é preciso caminhar mais um pouco para chegar ao forte propriamente dito. E esse caminho é através de uma trilha tranquila em meio a mata. É uma subidinha, mas é longe de ser sofrida.

O Forte funciona de terça a domingo, entre 09:00 e 12:00 horas e entre 14:00 e 17:00 horas. Ao chegar lá em cima há um museu pequeno com poucas peças e na parte externa há os canhões usados desde a época da construção do forte. Cada um tem uma inscrição e aqueles que tem a letra P e a coroa são projetos do governo português.

Além dos canhões e do museu o forte possui uma bonita vista para a baía de Paraty.

Realmente é uma visita rápida. Eu esperava mais, muito mais do forte. Desta forma, só acho que valeria a pena ir lá se você estivesse com tempo de sobra e não quisesse passar mais uma vez pelas ruas do Centro Histórico de Paraty ou não tivesse outro compromisso.

forte defensor perpétuo em paraty rio de janeiro
A entrada do Forte Defensor Perpétuo. Há a placa indicando a entrada dele e uma placa informativa. Daí é só subir um pouco que o forte é lá em cima.
canhões do forte de defensor em paraty rj
Os canhões. Todos originais! A parte externa do museu foi aquela que mais gostei de ver, afinal é uma parte da nossa história que está ali bem perto da gente.
trilha para vista de paraty rio de janeiro
Uma trilha para ver melhor a vista de Paraty! É só caminhar pela trilha que vai em direção ao mar. Tem gente que desce ela toda e chega bem perto da água.
vista da baia de paraty rj
A vista da baía de Paraty! Estava um pouco nublado, mas mesmo assim é uma boa visão. Imagina essa vista com um sol para ajudar.

Todo os outros passeios realizados na cidade de Paraty e ainda os passeios que foram realizados em Ilha Grande, que foi o destino posterior, além de outras dicas sobre esses lugares, podem ser encontradas nos nossos outros posts:

E aí? Gostou das nossas dicas sobre mais essa viagem legal para fazer?
Deixe seu comentário ou dúvida aqui embaixo, que ficaremos felizes em ver seu comentário.

Rio de Janeiro


0 comentário

Deixe um comentário, ficaremos felizes em responder